TOMOVALE | Centro de diagnóstico por imagem
Informativos
Verdades ou Mitos

 

Vai realizar um exame de ressonância? Então saiba um pouco mais sobre o procedimento e esclareça suas dúvidas!

 

1. A exposição ao campo magnético é prejudicial à saúde?

DEPENDE. No exame, o paciente permanece deitado em uma mesa rodeada por magneto, uma espécie de imã gigantesco, que submete o corpo a um campo magnético. 

A partir de 7 Tesla - medida de indução eletromagnética, o corpo humano começa a apresentar mudanças de metabolismo, que podem provocar tonturas. Porém, os equipamentos de ressonância magnética vão, geralmente, de 1,5 Tesla a 3 Tesla uma medida suportável pelo corpo humano, sem que ele sofra nenhuma alteração fisiológica. 

Foi comprovado que, com exposição acima de 7 Tesla, o paciente pode apresentar alterações no labirinto e reações como tontura, dor de cabeça e ânsia de vômito. 

 

2. Pessoas com claustrofobia não podem realizar o exame?

MITO. Por conta da estrutura estreita da maior parte dos equipamentos de ressonância magnética, algumas pessoas podem sentir desconforto ao realizar o exame. Mas existem soluções para quem não consegue permanecer muito tempo em ambientes fechados. 

Se o paciente for claustrofóbico, é recomendável realizar o exame sob sedação ou, quando há a possibilidade, em equipamentos que são mais versáteis que os comuns, com diâmetro de abertura maior ou completamente abertos.

 

3. O contato entre objetos metálicos e o campo magnético é perigoso?

DEPENDE. Por causa do campo magnético, é recomendável que o equipamento de ressonância esteja em um ambiente sem objetos metálicos à sua volta. Por isso, é proibido o uso de cintos, joias, celulares etc. E vale lembrar: objetos metálicos de grande porte podem causar acidentes, porque são atraídos pelo campo magnético. 

No entanto, alguns tipos de implantes ortopédicos não prejudicam o exame, há algumas contra indicações específicas para marca passos e clips de aneurisma cerebral, por exemplo, mas, no contexto geral, implantes ortopédicos metálicos não representam riscos. 

 

4. Durante o exame, ouvimos um barulho muito alto?

VERDADE. Dentro do magneto, há uma espécie de antena que emite ondas de rádio semelhantes às de FMs. Estas ondas produzem vibrações que são detectadas e enviadas a um computador. Os sinais recebidos são analisados e transformados em imagem. 

Porém, o paciente dentro do equipamento de ressonância ouve o ruído provocado pelas ondas de rádio durante o exame. Em algumas ocasiões, o barulho pode ser muito alto e, por isso, recomenda-se o uso de tampões de ouvido.

 

Data: 02/05/2019